Ser Brasil

BLOG SERBRASIL

Ser Brasilitária é ter a coragem de encontrar o Fio da Meada
Quem lê o mundo e o modo como se organiza, Ouve (através de encontros e conversas) e Vê de maneira aberta e sem pré-conceitos nunca está sozinho.

Ser Brasilitária é acreditar em primeiro lugar em si, nos seus sonhos, empreender e saber que logo ali, encontrará um mundo de possibilidades. Basta ousar e lançar-se ao mundo, saindo de trás dos muros, ir para rua, conversar com todos, seguir caminhos diferentes, trilhas incomuns, sinais, rumores e acima de tudo usar a intuição do que vem a ser a sua maior vocação. Descubra-se. Dispa-se de egos e vaidades. Disponha-se a ser um “pontinho” ligando-se a um outro e formando a grande rede do conhecimento solidário.

Flavia Wass Jornalista e idealizadora do projeto Brasilitária: O Fio da Meada É Um Jeito Brasil de Ler, Ver e Ouvir.

Encontre o seu!


"A linguagem não é um simples acompanhante, mas um fio profundamente tecido na trama do pensamento." Linguista Dinamarques Louis Hjelmslev

APOIOS


Ajudando a tecer

Encontre o Fio da Meada: Um Jeito Brasil de Ler, Ver e Ouvir forma indivíduos que reconhecerão as suas raízes, essências e organiza futuros empreendedores do seu saber. Contamos com apoios, parcerias e patrocínio de empresas empenhadas e comprometidas com a responsabilidade social e mais: é primordial, que contenham em sua filosofia empresarial paradigmas relacionados ao bem-estar humano, a alegria, a informação, a nossa origem brasileira, um significado e, acima de tudo, valorizando o que temos de melhor no País, o ser humano!

Formando a Teia para o Entusiasmo na caminhada

O projeto Fio da Meada: Um Jeito Brasil de Ler, Ver e Ouvir busca atender a formação dos futuros trabalhadores, empreendedores, criativos seres humanos, preparados para um novo mundo de oportunidades, pois segundo pesquisa realizada, isolados em instituições de ensino e preocupados com o "sucesso" individual, estão desconectados da realidade coletiva, colaborativa e solidária.


"Se pode dar somente um presente ao teu filho, que seja o entusiasmo." Bruce Barton

domingo, 13 de junho de 2010

Siga o Roteiro

A rede do conhecimento aplicado será infinita na era da mídia interativa e da mobilidade demográfica e digital.

Dirigido a jovens, que estão prestes a sair da escola e tem dúvida na profissão, como é o “mercado”, comportar-se de que maneira e quais valores acreditar e seguir quando tiverem a responsabilidade da escolha e opção de trabalho.


Permaneço e colaboro com a minha comunidade, mesmo que seja afastada dos grandes centros urbanos ou migro e enfrento a concorrência com milhares de desempregados?

Posso empreender na minha comunidade e ser bem-sucedido e ajudar na ampliação e desenvolvimento desta? Como? E assim mesmo, terei oportunidade de conhecer os grandes centros e outros países?

Em uma série de encontros e vivências em forma de teatro ultilizando todas as mídias, vídeos, cinema e total mergulho no desvendar dos mecanismos, instrumentos e forma da Qualidade, Ética e Estética da Comunicação. A turma está apta a fazer escolhas, ciente dos verdadeiros valores, ética a seguir, cooperar e socializar sendo solidário e não um solitário individualista. Conscientes da importância dos três sentidos: o Ler, Ver e Ouvir serão ferozmente perseguidos e literalmente absorvidos.Reconhecerão no ato o real sentimento vigente das culturas latentes. Vivendo isto saberão dosar a emoção e razão. Recuperar suas essências criativas e mente/corpo imunizados dos invasores padronizadores de almas. Verdadeiras potências gestalticas e únicas em alerta.

Empreendedores do Saber
Seja empreendedor do saber e saiba o que é aprender a empreender.

A exemplo do município de Zortéia, que patrocinou e contratou a aplicação do “Trova il filo della Matassa” em sua escola pública, comprometendo-se a documentar em vídeo e mostrando os resultados desta experiência (previsto 2010 aplicação), surge a pergunta:
_ Poderíamos fazer esta aplicação na Itália e outros países? Pois a problemática da qualidade na educação é geral e humana. E qual seria o melhor modo de explicar a estética da nossa comunicação e instrumentalizar o futuro trabalhador destas empresas, o futuro político ou educador.
Estes jovens terão o direito de estagiar onde escolherem, após vivenciarem a experiência do “Trova il filo della Matassa”, assim como as empresas, órgãos públicos e universidades estarão interagindo com este jovem e contribuindo para o futuro deles, em uma ação social, prática e efetiva.
Formando uma grande rede mundial, estes estudantes ficarão conectados, além de bem cedo, terem a oportunidade de visitarem outros paises, saberem o que é trabalhar e desmistificando o mundo prático, pragmático, objetivo e organizado instituído trabalho.